Após o autor Walcyr Carrasco declarar que cortaria o cabelo do personagem Jaiminho em “Amor à Vida” por causa de críticas, a polêmica se instaurou.

O menino que na trama é filho adotivo de Eron (Marcello Anthony) e Niko (Tiago Fragoso) passará por uma repaginada no visual.


Visto isso, a apresentadora do “Saia Justa” no GNT, Astrid Fontenelle, que tem um filho adotivo negro, não poupou críticas ao autor pela atitude e declarou em seu programa:

“Quero acreditar que este país mudou. Não acredito que Walcyr Carrasco mandou cortar o cabelo do menino. Ele alegou que isso aconteceria na vida real com uma família que tem dinheiro. Quero dizer que eu tenho dinheiro e um filho negro e não corto o cabelo dele por causa disso”.

Pela internet, Astrid concluiu:

 “Obrigada pelo apoio geral e irrestrito. Quero um país assim pras crianças negras do Brasil. Sem preconceito e com muitas biografias”.