Ator Guilherme Karan está em cadeira de roda e sofre de doença degenerativa – Sessão TV.br
18 abr, 2012

Posted by | 1 Comment

Ator Guilherme Karan está em cadeira de roda e sofre de doença degenerativa

Foto: divulgação

 

 

O ator Guilherme Karan tem vivido um drama pessoal nos últimos meses. Isolado em sua casa, na Barra, Rio de Janeiro, ele está em uma cadeira de rodas.

Seu pai Alfredo conversou com a coluna “Retratos da Vida”, do jornal “Extra” desta quarta-feira (18) e contou um pouco o drama do filho.

Guilherme sofre de uma doença degenerativa, uma síndrome neurológica chamada Machado-Joseph, que compromete a capacidade motora do paciente. “Ele herdou da mãe. Perdi um filho com a mesma doença. Guilherme fica na cadeira de rodas o tempo todo. Tem horas que ele está lúcido e tem horas que não”, disse Alfredo.

O ator fez sua ultima participação na telinha em 2005, quando integrou o elenco da novela “América”, da Globo. Atualmente, ele vive sob os cuidados de dois enfermeiros, e recebe, durante três vezes na semana, a visita de um fisioterapeuta.

Ainda em entrevista ao jornal, o pai afirmou que Guilherme vive deprimido e por isso não quer receber visitas. Ele inclusive teria pedido à amiga e autora Glória Perez que não o visitasse mais.

“Ele não quer falar com ninguém. Está deprimido. E é um ponto de vista que temos que respeitar. Eu, como pai, compreendo e dou toda a assistência que posso”, disse Alfredo.

Em relação à doença, a família está otimista: “Quem sabe não descobrem um antídoto para que ele possa voltar ao que era antes”.

Charles André, neurologista integrante da Câmera Técnica de Neurologia e do Conselho Regional de Medicina (Cremerj), disse ao jornal “Extra” que a doença Machado-Joseph, que deixou Guilherme Karan numa cadeira de rodas, não tem cura.

A doença é hereditária e provoca uma lesão na região do cerebelo e assim ficam comprometidas a coordenação motora, a fala, a deglutição e até mesmo o movimento dos olhos.

“Ela começa na juventude ou na vida adulta e é progressiva. Não existe cura ainda. Há tratamentos de reabilitação baseados nos problemas que forem surgindo”, disse Charles André.

Ele ainda afirmou que a doença não é diretamente mortal: “Pode, por exemplo, comprometer o equilíbrio e a pessoa cair e machucar-se muito”, disse.

 

Fonte: Natelinha

  1. Lamentável!!!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: